GUERREIROS DA ÚLTIMA ORDEM





A “RELIGIÃO” DA MODA


 É com grande preocupação pela vida espiritual e a alma de nossos irmãos que escrevemos este texto.
Dentre o grande arsenal que possui satanás, pois não é por acaso o príncipe deste mundo, podemos destacar algumas de suas armas favoritas, para iludir, enganar e desencaminhar os filhos de Deus. Tais como, a mentira, a desfaçatez e a exploração das grandes fraquezas humanas: o orgulho, a vaidade e o aplauso, estima e reconhecimento público; sendo estas apenas algumas delas. Em função disso, os que se deixam levar por essas inspirações malignas, estão muito longe de cumprirem as suas missões neste mundo: Buscar incessantemente a Glória de Deus e a salvação das almas! Também tem de ficar muito claro, que no alicerce das ações desses que estão, na verdade de seus íntimos, buscando a si próprio, está a rebeldia. A mesma que levou lúcifer a, orgulhosamente, exclamar: Não servirei!

Estamos dizendo tudo isso, porque mais uma vez o demônio está implantando o erro, o mal, através da falsa aparência do bem.

Discursam os influenciados por satanás: “Todas as religiões levam a Deus!” e respondem, levianamente, os desavisados: “Para mim todas são iguais!” Trágico engano, essa não é a verdade, e como todos sabemos, a verdade é uma só!
Os que pensam e agem assim, estão agindo de acordo com o pensamento do mundo e suas modas diabólicas.
Desde quando a maioria dos homens reflete plenamente o pensar de Deus? Nunca, pois se assim fosse, este planeta estaria muito próximo da verdadeira Justiça e Paz!

Desde quando o Criador é volúvel em seus desígnios?
Precisamos todos entender, enquanto é tempo, e há tempo de que o Desígnio, a Vontade e a Palavra do Altíssimo foi, é e será sempre a mesma, desde o ato da Criação, até o último dia, no Juízo Final. Modas para Deus são abomináveis; o mundo as cria todos os dias. E qual é a palavra da moda, hoje, em termos de religião: Ecumenismo!
Amados irmãos, em que acreditamos, nas Sagradas Escrituras ou nos modistas de plantão?

Partindo do princípio de que somos católicos apostólicos romanos que buscam trilhar a autêntica conversão, para alcançar a eterna salvação, nem é preciso responder. Apenas queremos deixar muito claro que na Bíblia Sagrada, como não poderia ser diferente, encontramos de forma nítida a expressão da Verdade; o Desígnio do Pai para toda a humanidade, até o fim do mundo. E nos dois Testamentos, Antigo e Novo.

Meditemos pois no que afirmou o TODO-PODEROSO, por ação do ESPÍRITO SANTO, ao Profeta Isaías, há 2750 anos, já antecipando e referindo-se a vinda do MESSIAS, Seu amado e unigênito Filho, nosso Senhor JESUS CRISTO:
“Eis Meu servo que EU amparo, Meu Eleito ao qual dou toda a Minha afeição, faço repousar sobre ELE Meu ESPÍRITO, para que LEVE às nações a VERDADEIRA RELIGIÃO! (...) ANUNCIARÁ com toda a franqueza a VERDADEIRA RELIGIÃO; não desanimará, nem desfalecerá, até que tenha ESTABELECIDO a VERDADEIRA RELIGIÃO sobre a Terra...” (Is. 42, 1; 3; 4)
Mais claro, impossível!

 E o VERBO se fez Carne, no Seio Puríssimo da Bem-Aventurada sempre Virgem MARIA, e no decorrer de seus três anos de peregrinação pública, nesta Terra, o Filho Sacramentou a Vontade do Pai, na plenitude de sua Divina missão, onde constava também a revelação da Verdadeira Religião, conforme a profecia anterior:
“E EU te declaro: tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a Minha Igreja; as portas do inferno não prevalecerão contra Ela”. (Mt 16,18)
Com essas solenes palavras, nosso Senhor e Salvador cumpriu mais essa Profecia de Isaías, agora estabelecendo a verdadeira Religião, ou seja a Sua Igreja, a Esposa do Cordeiro.

Se nestes 2000 anos, os homens tivessem se mantidos fiéis a Vontade de Deus, não dando ouvidos a rebeldia e o orgulho inspirados por satanás, teríamos única e tão somente a Igreja fundada por nosso Senhor Jesus Cristo, à partir do Apóstolo São Pedro: A Igreja Católica Apostólica Romana
Amados irmãos, se então alguém ou mesmo milhões, de Dentro ou de fora da Igreja, não importando quem seja ou que cargos ocupem, estiverem pregando e implantando uma “nova doutrina que se oponha a insofismável palavra de Deus, tão claramente impressa e expressa na Sagrada Escritura (Antigo e Novo Testamento), por Ação do ESPÍRITO SANTO, NÃO os siga, porque o próprio Senhor avisou: “...Cuidai que ninguém vos engane”. (Mc 13,5)
São Paulo também deixou-nos importantes alertas:
“Então estaria Cristo dividido?” (1Cor 1,13)

“Ora, o que se exige dos administradores é que sejam fiéis”. (1Cor 4,2)
“Estou admirado de que tão depressa passeis daquele que vos chamou à graça de CRISTO para um evangelho diferente. De fato, não há dois (Evangelhos): há apenas pessoas que semeiam a confusão entre vós e que alguém nós ou um anjo baixado do Céu – vos anunciasse um Evangelho diferente do que vos temos anunciado, que ele seja anátema. Repito aqui o que acabamos de dizer: Se alguém pregar doutrina diferente do que recebestes, seja ele excomungado!

É, porventura, o favor dos homens que eu procuro, ou o de DEUS? Por acaso tenho interesse em agradar aos homens? Se quisesse ainda agradar aos homens, não seria servo de CRISTO.” (Gl. 1,6-10)
Concluímos ainda este texto, citando o triste e lamentável fato de já encontrarmos há algum tempo, na Igreja de CRISTO, muitos sacerdotes seguindo a esse apóstata e herético modismo denominado Ecumenismo.
Transcrevemos, a seguir, o forte desabafo do PAI ao Profeta Malaquias, provocado pelos sacerdotes que se afastam da Verdadeira Doutrina:
“A vós, ó sacerdotes, dou esta ordem: Se não Me ouvirdes, se não tomardes a peito a glória de Meu Nome - diz o Senhor dos exércitos - lançarei contra vós a maldição, trocarei em maldição as vossas bênçãos; aliás, já o fiz, porque não tomastes a peito (as Minhas ordens). (...) Porque os lábios do sacerdote guardam a ciência e é de sua boca que se espera a doutrina, pois ele é o mensageiro do senhor dos exércitos.
Mas vós vos desviastes do caminho reto e fostes causa de muitos vacilarem na lei; violastes o pacto de Levi - diz o Senhor dos exércitos.” (Ml. 2, 1-2; 7-8)
Rezemos, para que o CRIADOR seja escutado e obedecido.
“Guerreiros da última ordem”
> Leia a Encíclica do Papa Pio XI sobre o ecumenismo.

Nascida do próprio CRISTO

 O PAI a determinou, o FILHO a instituiu e LHE deu vida e o ESPÍRITO SANTO a vivifica. Esta é a Igreja Uma e Santa Católica Apostólica Romana, onde encontramos o DEUS Uno e Trino, Seu Chefe invisível, mas real, sempre presente, sobrenaturalmente ativo e fecundo. ELA brotou no Calvário, na Santa Cruz, do lado aberto do SENHOR, pela lança. Sacramento de Salvação instituído por nosso SALVADOR para guiar e conduzir todos os homens para a eterna Salvação.
ELA é a misteriosa e maravilhosa fusão do Divino e do humano. Por exemplo, em um segundo plano, a fusão do espírito e do corpo, humano (matéria); ou ainda da alma (elemento natural) com a Graça (elemento sobrenatural). NELA, o CRISTO, Seu Mestre e Guia é o Caminho, Verdade e Vida.
A Igreja constitui uma sociedade perfeita, humana e Divina: humana, porque é formada pelos homens; Divina, pela sua origem, natureza, Doutrina, meios de santificação e os fins que se propõe. ELA também é perfeita, porque tudo possui: A vida que a mantém é Divina, pois é fecundada pela Ação e Presença do ESPÍRITO SANTO, Seu Mantedor, Vivificador e Santificador.
Neste momento alguns poderão se questionar: Sendo perfeita, por que sofre? (e sofrerá mais, no futuro, a Sua dolorosíssima purificação, juntamente com toda a humanidade!)

Porque sendo humana, é vítima da imperfeição do homem. Principalmente quando esses, relaxando em sua missão dentro e fora DELA, por orgulho e presunção, tornam-se presas fáceis de satanás, que os contamina com os terríveis e destrutivos germes da rebeldia e da desobediência.
Se os homens, também da Igreja, não tivessem esfriado na fé no amor, apostatando, inclusive, da sua missão de defender e zelar pela verdadeira Doutrina e Tradição recebida, por herança preciosa, dos santos Doutores e santos Papas, essa purificação não teria sido necessária, na intensidade que ainda virá a desencadear-se.

Isto que está sendo dito, não deveria ser novidade para nenhum católico que vive, acompanha e se preocupa com a sua Igreja, pois durante o seu papado, há mais de trinta anos, o saudoso Papa Paulo VI afirmou, com todas as letras, sendo inclusive publicada no “Osservatore Romano” (o jornal do Vaticano), a seguinte constatação, um tom de desabafo:
”O fumo do inferno penetrou no interior da Igreja.” O que em outras palavras significa dizer, na hierarquia. Em toda? Claro que não, mas ficou o alerta ecoando no coração de muitos!
Esse obscurecimento de alguns espíritos, causaram danos incalculáveis a Igreja, visto que, desgraçadamente, se refletem e se ampliam até os dias de hoje.
DEUS não cerceia nunca a liberdade do homem, mesmo quando esse usa deste dom maravilhoso contra o próprio DEUS que tudo lhe proporcionou. O ALTÍSSIMO nunca é infiel ao homem, por sua vez o homem não cansa de ser infiel ao seu amoroso PAI.
Os fins da Igreja são os fins do mistério da Redenção de CRISTO; É direito e dever da Igreja prosseguir esses fins. Mas os fundamentos para alcançar, verdadeira e plenamente, esses objetivos, o próprio Redentor viveu, para deixar muito claro a trilha a ser percorrida: Humildade, pobreza, obediência e Calvário. Quantos ainda se dispõe a segui-LO pelo único e autêntico, caminho da Cruz?
Aí encontra-se a raiz da aridez reinante. Esta, gradualmente, desemboca no descaminho, sem volta, da apostasia, que, por sua vez, prestem todos muita atenção, poderá, num futuro, não muito distante, causar um terrível e destrutivo CISMA, com todas as suas nefastas conseqüências para as almas.
Por tudo isto, irmãos, devemos lembrar seriamente das santas Palavras do Senhor ditas a Santa Faustina Kowalska, e registradas em seu Diário: “Quem não quiser passar pela porta da Minha Misericórdia, terá de enfrentar o punho da Minha Justiça!”
Amados de DEUS, a Igreja de CRISTO é a única guardiã, intérprete e depositária da Palavra de nosso Senhor e Salvador. Quem ousar negar à Igreja, essa prerrogativa, e sacrilegamente apoderar-se dela, mutilando, desfigurando e transformando a Palavra do Redentor, cometerá um gravíssimo, pecado contra o ESPÍRITO SANTO; gravíssimo pecado de presunção. Pecado esse que raramente encontrará perdão. É o próprio Senhor quem afirma no santo Evangelho:
“Por isso EU vos digo: Todo pecado e toda blasfêmia serão perdoados aos homens, mas a blasfêmia contra o ESPÍRITO não lhes será perdoada. (...) Se, porém, falar contra o ESPÍRITO SANTO, não alcançará perdão nem neste século, nem no século vindouro.” (Mt, 12, 31-32)
Portanto, devemos estar extremamente vigilantes para não embarcarmos nessa “canoa furada” dos que pregam o modernismo desenfreado na Igreja do Altíssimo; a Barca de Pedro. Esses, na verdade, com a desculpa de agradar aos inocentes e incautos, buscam, hipocritamente, somente alimentar seus egos dominados, famintos de glória pessoal e estima pública, pouco se importando se estão desagradando ou até ofendendo ao TODO-PODEROSO.
Lembram da visão profética concedida a São João Bosco, mostrando o que ocorreria com a Igreja no fim dos tempos?
- A Barca de Pedro, em águas revoltas, sendo atacada por pequenas canoas (seus inimigos), e buscando chegar ao ancoradouro, onde se destacavam as duas imensas colunas da Sua salvação: A Sagrada EUCARISTIA e NOSSA SENHORA!
Com certeza, uma dessas canoas “furadas”, dos agressores, simboliza o apóstata e herético modernismo.
Se alguém ainda tem dúvida, leia e medite na Encíclica, para estes tempos, “Pascendi Domini Gregis”, do santo padre, o Papa São Pio X. destacamos algumas de suas inspirações proféticas: “O modernismo é uma seita”.
“O modernismo é a síntese de todas as heresias!” Inclusive determinando para os adeptos do modernismo a “Latae Sentetiae”, ou seja a, pena de Excomunhão; Concluindo, o modernismo é a pura expressão do espírito do mundo; espírito de satanás.
“Ora, nós não recebemos o espírito do mundo, mas sim o ESPÍRITO que vem de DEUS, que nos dá a conhecer as graças que DEUS nos prodigalizou.” (1 Cor.2,12-14). Obrigado SENHOR!
“Guerreiros da última ordem”

REDOBREM A VIGILÂNCIA!

 Assistimos nos últimos dois meses e meio a “repentina” falência do sistema financeiro mundial. Moedas de países, ações de empresas e letras de câmbio de bancos centrais vem rapidamente perdendo valor e sendo literalmente incinerados.

Surpresa? Para a grande maioria da humanidade, sim, mas para os poucos que, por misericórdia e graça do Único e Bom PASTOR, fazem parte do “pequeno resto”, não, de forma alguma; esses até já esperavam este desdobramento para antes. E por quê? Esses que acreditam e acompanham o desenrolar destes tempos do Apocalipse, há vários anos, estão cientes de que para se manifestar o falso Cristo, o anticristo, antes a raça humana precisará conhecer o “fundo do poço”, para então clamar e aceitar um falso salvador, pois o Verdadeiro eles vem rejeitando há 2008 anos. E esse apelo já começou: Observemos a eleição nos EUA: Começam a buscar um “salvador” em meio às marionetes. Quem ainda duvida, mas viver mais algum tempo comprovará.
Esta quebra financeira mundial é o lançamento das fundações para o alicerce do futuro governo mundial único, aquele que terá no comando o eleito de satanás, o anticristo.

A “Revolução” Francesa, a “Reforma” Protestante, as duas grandes Guerras Mundiais, o “atentado terrorista” as torres americanas, dentre outras, vocês ainda acreditam que esses fatos simplesmente aconteceram?
Não, amados de DEUS, assim como a atual crise, tudo foi milimétricamente planejado, dentro de uma estratégia satânica, pois não tiveram a mínima piedade das milhões de vidas inocentes que foram ceifadas. Mas o objetivo deles, a dominação do mundo e da humanidade será a qualquer custo. Isto eles determinaram, radicalmente, para ocorrer no curso das duas a três últimas gerações, ou seja, concluir seu plano demoníaco. Quem viver, mais cinco anos, verá!

Comprovem na mídia: Atualmente os “líderes” das principais nações do mundo estão pedindo, quase que implorando:
“- Precisamos urgentemente de uma “Nova ordem mundial;”
“- É urgente que se busque uma “Nova arquitetura financeira mundial;”
“- Com a eleição do novo presidente dos EUA, precisamos implantar um novo multilateralismo;”

Em outras palavras eles estão, pedindo exatamente aquilo que os estrategistas do anticristo esperavam que eles propusessem: Uma regulação e um controle mundial das finanças; moedas e créditos. Se quem já domina a mídia, passa a controlar também o capital, precisará ainda de mais alguma coisa para dominar o planeta? Com certeza não.

Rezem muito antes, depois leiam e meditem em cada versículo do Livro do Apocalipse, capítulo 13, que N. Senhor JESUS CRISTO com certeza os assistirá com Seu SANTO ESPÍRITO, para inspirá-los com o verdadeiro entendimento.
Amados irmãos, procurem compreender que não podemos ainda explicitar e detalhar a denominação das entidades e pessoas que comandam e representam todo esse poderoso aparato de dominação. E que só entendemos hoje, graças ao ALTÍSSIMO e Seus Poderes de Onisciência, Onipresença e Onipotência.

A seguir transcreveremos mais um testemunho, que vem de longa data, onde fica claro que os séculos XX e XXI são derradeiros na história da humanidade.
Trata-se da Profecia de São Nilo, eremita do séc. V, amigo e discípulo de São João Crisóstomo. Esta profecia possui mais de 1578 anos, e está na obra de hagiografia – “Bibliotheca Sanctorum”, vol. IX, pág. 1008. O autor faleceu em 430 d.C.

“A vinda do anticristo”
Depois do ano de 1900, por meados do século XX, as pessoas desse tempo tornar-se-ão irreconhecíveis...
Quando se aproximar o tempo da vinda do anticristo, a inteligência dos homens será obscurecida pelas paixões carnais: a degradação e o desregramento acentuar-se-ão. O mundo, então, tornar-se-á irreconhecível. As pessoas mudarão de aparência, e será impossível distinguir os homens das mulheres, por causa do atrevimento na maneira de se vestir e na moda de seus cabelos.

Essas pessoas serão desumanas, como autênticos animais selvagens, por causa das tentações do anticristo.
Não se respeitará mais os pais e os idosos. O amor desaparecerá, e os pastores cristãos, bispos e sacerdotes, serão homens frívolos, completamente incapazes de distinguir o caminho a direita ou à esquerda.
Nesse tempo as leis morais e as tradições dos cristãos e da Igreja mudarão.
As pessoas não praticarão mais a modéstia e reinará a dissipação! A mentira e a cobiça atingirão grandes proporções e infelizes daqueles que acumularão riquezas!
A luxúria, o adultério, a homossexualidade, as ações secretas e a morte serão a regra da sociedade.
Nesse tempo futuro, devido o poder de tão grandes crimes, e de uma tal devassidão, as pessoas serão privadas da Graça do ESPÍRITO SANTO, recebida no seu batismo, e nem sequer sentirão remorsos.
A Igreja será privada de pastores piedosos e tementes a DEUS. Infelizes dos cristãos que restarem sobre a terra, nesse momento! Eles perderão completamente a sua fé, porque não haverá quem lhes mostre a luz da verdade. Eles se afastarão do mundo, refugiando-se em lugares santos, na intenção de aliviar os seus sofrimentos espirituais, mas, em toda a parte, só encontrarão obstáculos e contrariedades.
Tudo isto resultará do fato de que o anticristo desejará ser o senhor de todas as coisas, e se tornar o mestre de todo o Universo. Ele realizará milagres e sinais inexplicáveis.

Dará também a um homem, sem valor, uma sabedoria depravada, a fim de descobrir um modo pelo qual um homem possa ter uma conversa com outro, de um canto a outro da terra.
Nesse tempo, os homens também voarão pelos ares como os pássaros, e descerão ao seio do oceano como os peixes. E quando isso acontecer, infelizmente, essas pessoas verão as suas vidas rodeadas de conforto, sem saber, pobres almas, que tudo isso é uma fraude de satanás! E ele, o ímpio, inflará a ciência de vaidade, a tal ponto que ela se afastará do caminho certo e conduzirá as pessoas à perda da fé na existência de DEUS; de um DEUS em Três Pessoas...
Então, DEUS, infinitamente Bom, verá a decadência da raça humana e abreviará os dias por amor do pequeno número daqueles que deverão ser salvos, porque o inimigo desejaria arrastar mesmo os eleitos à tentação, se isso fosse possível.
Então a espada do castigo aparecerá de repente e derrubará o corruptor e seus servidores.
São Nilo (430 d.C)

Concluímos este texto deixando ainda dois alertas:
Todo o processo de implantação da “Nova Ordem Mundial” que redundará no Governo Mundial Único, liderado pelo anticristo, está embasado em valores, crenças e numerologia esotérica. Isto justifica a “crise financeira” ter sido deflagrada no segundo semestre de 2008, pois para eles o inicio da “solução” passa por um período de três anos à partir de 2009; denominada a preparação, que no final apresentará para o mundo o “grande líder”, o anticristo. Portanto, segundo a intenção atual deles, 2012. (Os nos 9 e 3 são muito importantes para eles; afinal, eles não são os plagiadores de DEUS?).
Solicitamos a todos que visitam este site, a armazenarem todas essas informações, que estão sendo passadas, mesmo que ainda não estejam convencidos de que se cumprirão, pois temos absoluta certeza de que brevemente serão de grande valia. Aos que, por obra e Graça do ESPÍRITO SANTO, já possuem esta certeza, pedimos que divulguem junto a seus familiares, amigos e colegas. Porém, nunca insistindo com aqueles que não aceitam; por esses rezemos.
Redobremos, pois a vigilância e a ORAÇÃO!


“Guerreiros da última ordem”

Manifestações Celestiais.
Depois de ter criado Adão e se manifestado a ele, Noé, Abraão e Moisés, há aproximadamente 1250 anos antes do nascimento de nosso Senhor JESUS CRISTO, DEUS nunca mais parou de se manifestar e de conduzir seus filhos, nesta terra de peregrinação.
Através de Seu SANTO ESPÍRITO, dos santos Anjos, dos profetas do Antigo Testamento e nos últimos 2000 anos por meio de DEUS-FILHO e NOSSA SENHORA, principalmente, o PAI Eterno sempre zelou por Sua Criação.
E este acompanhamento e direcionamento tem acontecido de diversas formas:
Inspirações por ação de DEUS ESPÍRITO SANTO:
“Simão Pedro respondeu: Tu és o CRISTO, o FILHO de DEUS vivo! JESUS então lhe disse: feliz és, Simão, filho de Jonas, porque não foi a carne nem o sangue que te revelou isto, mas Meu PAI que está nos Céus.” (Mt. 16, 15-17)
Sonhos com os santos Anjos:
“Enquanto assim pensava, eis que um Anjo do Senhor lhe apareceu em sonhos e lhe disse: José, filho de Davi, não temas receber MARIA por esposa, pois o que NELA foi concebido vem do ESPÍRITO SANTO.” (Mt. 1,20)
Aparições de santos Anjos:
“No sexto mês, o Anjo Gabriel foi enviado por DEUS a uma cidade da Galiléia, chamada Nazaré, a uma Virgem desposada com um homem que se chamava José, da casa de Davi; e o Nome da Virgem era MARIA. Entrando, o Anjo disse-lhe: Ave, cheia de graça, o SENHOR é Contigo.” (Lc. 1,26-28)

Aparições de Santos

 “Apareceram-lhes Elias e Moisés, e falavam com JESUS. Pedro tomou a palavra: Mestre é bom para nós estarmos aqui; faremos três tendas: uma para ti, outra para Moisés e outra para Elias.” (Mc. 9,4-5)
“... EU Sou o DEUS de Abraão, o DEUS de Isaac e o DEUS de Jacó (Ex, 3.6). ELE não é Deus de mortos, senão de vivos...” (Mc.12, 56-27)
Agora, de boa fé, amados de DEUS, reflitam e respondam para si mesmos: Se o TODO-PODEROSO, que é imutável em Seus Desígnios, Sempre agiu assim, por que de um momento para outro, durante o longo caminho da história da Salvação e Redenção do gênero humano iria mudar Sua forma de agir? Não se manifestando mais a seus filhos, como sempre fez? Abdicando de usar os instrumentos que sempre utilizou?
Sim, a revelação oficial foi concluída, com o santo Evangelho, o último Apóstolo e o derradeiro Livro, o Apocalipse. Mas desde quando a criatura mortal e finita, cinza vai querer impor limites ao Criador do céu e da terra e de todos as coisas visíveis e invisíveis?
O povo oficial era o israelita, a igreja oficial, da época, estava no Sinédrio, e a quem o PAI desejou se manifestar para anunciar a chegada do messias?
“Tendo eles partido, disse JESUS à multidão, a respeito de João: “Que fostes ver no deserto? Um caniço agitado pelo vento? Que fostes ver, então? Um homem vestido com roupas luxuosas? Mas os que estão revestidos de tais roupas vivem nos palácios dos reis. Então por que fostes para lá? Para ver um profeta? Sim, digo-vos EU, mais que um profeta. É dele que está escrito: “Eis que EU envio Meu mensageiro diante de TI, para te preparar o caminho” (Mal. 3,1). (Mt. 11,7-10)
Por que então foi assim? Porque o PAI quis assim; decidiu assim. Mas, bem antes deixou avisado e escrito, através do profeta Malaquias. Os que conheciam e acompanhavam a Profecia, não foram confundidos.
E por que os poderosos religiosos do Sinédrio, a igreja da época, não aceitaram João Batista e sua pregação?
Porque ele era simples, humilde, iletrado e, principalmente, porque corriam o sério risco de diminuir, e até de perder o seu poder. Onde ficaria o seu orgulho, vaidade e egocentrismo, se não teriam mais a última palavra? A palavra que significativa a “verdade”?
Entrego, pois, ao SENHOR da messe a interpretação da similaridade existente entre o anuncio de Sua 1ª Vinda, na Encarnação do VERBO, com Sua atual e iminente Vinda Gloriosa. Esta mensagem, a seguir, foi ditada, por locução interior, a um sacerdote italiano, já falecido, em 25/02/1976, chamado Dom Ottávio Michellini, sob o seguinte titulo:
Sempre Falei.
Agora, não podes exigir mais para acreditar no que EU te disse sobre a crise de fé que destrói o meu Corpo Místico. Reparaste nas dificuldades que tem, até os chamados bons, para crerem em Mim, Verbo de DEUS feito Carne, realmente presente na Minha Igreja, no Mistério da Fé e do Amor? E que dificuldades não experimentam os chamados bons, para conceder direito de cidadania ao FILHO de DEUS!
Assim, ainda custa mais a admitir que a Palavra de DEUS possa manifestar-se a alguns, como e quando DEUS quer.
EU desejaria falar com todas as almas! É uma exigência do Meu Amor infinito. Falar, quer dizer comunicar com as almas, e comunicar quer dizer dar alguma coisa.
No Meu caso, comunicar, quer dizer dar Luz às almas, mas são muito pouco numerosas as que estão dispostas a receber, e prontas a aceitar o diálogo Comigo. Na maior parte faltam as predisposições de fé, de humildade e de amor. As almas a quem faltam estas virtudes, não admitem que outros as possam ter.
A Cristandade vive nas contradições. Dizem crer em MIM, VERBO feito Carne, portanto, verdadeiro DEUS e verdadeiro Homem, mas de fato negam-ME, negando-ME o direito de falar. Se acreditassem verdadeiramente em MIM, acreditariam então naquilo que EU, DEUS, sempre fiz desde os primórdios aos homens.

Sempre falei aos homens.
Falei a Adão e Eva diretamente. Falei a Caim.
Falei aos patriarcas, falei por meio dos profetas; falei por meio dos meus santos.
EU, hoje, não posso e não devo falar?... E sabes por quê? Porque, para os materialistas, EU não existo. Falar, dizia EU, é comunicar; comunicar significa dizer alguma coisa: uma idéia, uma verdade ou até uma mentira, como frequentemente fazem os homens com a sua alma deformada, orientada para o mal.

Pretende-se negar aquilo que, sempre e por toda a parte, foi uma necessidade elementar da natureza humana, ao Autor dessa mesma natureza.
Alguns, por exemplo, não acreditarão que EU falei por meio de ti, Minha pequena pena. Por quê? Não ME servi de São Paulo? E quem era Paulo antes da sua conversão? Não ME servi EU de Santo Agostinho? E quem era Santo Agostinho antes da sua conversão? De quantos agostinhos não ME servi, durante estes séculos, para falar aos homens?... Que sabem eles do que se passa entre MIM e a tua alma?
É um paradoxo dizer: “Creio que JESUS é a Palavra Viva, é o FILHO de DEUS”, e depois negar que JESUS possa falar a uma alma. A primeira afirmação é destruída pela segunda.
Quantas coisas na Minha Igreja são hoje um paradoxo!
Como, por exemplo, a atitude de certos sacerdotes que dizem acreditar na Minha Presença Real, quando a realidade da sua vida desmente o que os seus lábios proferem. Se acreditassem na Minha Presença Real, no Mistério do Amor, deveriam acreditar na razão que ME levou a instituir o Prodígio Eucarístico.
Oh, filho, se quisesse analisar profundamente a vida e a fé dos Meus ministros, chegar-se-ia a amargas conclusões...
Reza filho, não te canses. Abençôo-te.
Concluindo então esta primeira parte, queremos claramente reafirmar que DEUS sempre se manifestou a humanidade, através de Seus instrumentos escolhidos; está se manifestando e ainda irá se manifestar, por causa do Amor misericordioso que nutre por todos nós, até o fim deste Apocalipse purificador.
E quais tem sido as formas principais?
Em primeiro lugar as Aparições de NOSSA SENHORA, que nos últimos cento e cinqüenta anos tem ocorrido pelos cinco continentes e na maioria dos países; porque ELA é a Co-Redentora do gênero humano e todas as profecias bíblicas terão de se cumprir:

“Porei ódio entre ti e a Mulher, entre a tua descendência e a DELA. ESTA te ferirá a cabeça e tu lhe ferirás o calcanhar.” (Gn. 3,15)
“Apareceu em seguida um grande sinal no céu: Uma mulher revestida do sol, a lua debaixo dos Seus pés e na cabeça uma coroa de doze estrelas.” (Ap. 12,1)
Em segundo lugar as locuções de NOSSO SENHOR; o ALTISSIMO concede a primazia a Sua profética MÃE, no Anúncio de Sua Vinda Gloriosa, neste final dos tempos.

Contudo, nestas últimas décadas, também ocorreram muitas vezes Aparições de NOSSO SENHOR, como por exemplo, a Santa Faustina Kowalska, na Obra da Divina Misericórdia, onde foi pintado um quadro com a visualização que a santa religiosa teve de JESUS de Misericórdia. Inúmeras vezes também aconteceram manifestações de NOSSA SENHORA, por locução interior. Um exemplo: O Movimento Sacerdotal mariano, que a Mãe de DEUS e nossa, instituiu através do padre italiano Stefano Gobbi, no intuito de divulgar e implantar os Cenáculos Marianos por todo o mundo. As mensagens foram ditadas entre 1973 e 1997, durante, praticamente, vinte e cinco anos; período em que o Pe. Gbobbi percorreu todos os continentes e dezenas de paises.
Se fosse possível quantificar, mesmo de modo aproximado, todas as Aparições e Locuções interiores de NOSSA SENHORA e de NOSSO SENHOR na face da terra, neste último século, que ninguém se escandalize, elas estariam próximas de mil. Quem corrobora com esta cifra é o teólogo e mariólogo francês, padre Rêne Laurentin. Isto sem considerarmos as Aparições e Locuções, interiores dos Santos e dos santos Anjos; e que não foram poucas.
Com toda esta portentosa ação Celestial, os incrédulos, céticos, orgulhosos e prepotentes ainda insistem em não querer enxergar a excepcionalidade destes tempos. Observem, irmãos, o poder que satanás possui para cegar aqueles que ele consegue endurecer o coração.
E quanto a veracidade, todas que foram anunciadas e divulgadas eram de fato verdadeiras?
De imediato somos obrigados a fazer um grande lamento: Lamentar profundamente a atitude da grande maioria dos eclesiásticos, principalmente dos senhores bispos, que antes de qualquer análise e avaliação dos casos que se tornavam públicos e até notórios, já os rejeitavam prontamente. Ignorando-os em sua grande maioria, e até difamando-os, como em alguns casos. Se aqueles que teriam o direito, o dever e a capacidade teológica assim agiam como termos certeza? Só mesmo pela fé, a oração e a misericordiosa ação de DEUS-ESPÍRITO SANTO.

No entanto existem alguns pressupostos básicos para chegarmos alguma conclusão segura. Por exemplo:
1) A profecia esta plenamente alicerçada no Evangelho, na Doutrina, Dogmas e Tradição da Igreja?
2) A mensagem prega o amor a DEUS, a Igreja, a NOSSA SENHORA, aos santos, santos Anjos, almas do Purgatório, ao Papa, hierarquia e ao próximo?
3) A pregação insiste na necessidade diária da oração e na vigilância contra satanás e as forças do mal?
4) Há insistência na importância da Santa Missa, Eucaristia e demais sacramentos?
5) O instrumento vive realmente uma profunda conversão; mostra sinceramente desapego as coisas do mundo (materiais) e é humilde? Tem vida intensa de oração? É uma pessoa equilibrada?
Se estes cinco itens forem realmente satisfeitos, através de uma análise e avaliação cuidadosa, existem grandes chances da profecia ser autêntica. A decisão final terá de ser alcançada através de muita oração e um forte clamor ao ESPÍRITO SANTO de DEUS e Suas misericordiosas inspirações!
Ainda cumpre-nos fazer mais algumas importantes observações: Somente da profecia bíblica DEUS é cativo, quanto ao seu cumprimento, em toda a extensão e detalhes. Mesmo sabedores de que o Senhor nunca se manifesta em vão, por isso sempre é importantíssimo tomar conhecimento do que tem dito, estas manifestações não chegam a ser acréscimos a Revelação oficial, a Bíblia.
Na verdade são misericordiosos apelos, exortações e alertas para auxiliar-nos a entender o estado e o desenrolar do que está nas Sagradas Escrituras. É, em suma, um posicionamento e um detalhamento enriquecedor, para nosso melhor entendimento, do que já foi dito na Revelação oficial. Por isto pode acontecer, e já ocorreu, do Altíssimo permitir que seja alterado o curso de algum acontecimento anteriormente previsto, sem que com isto deva ser invalidado todo o restante, ou até mesmo a(s) fonte(s).
Como exemplo, citamos a profecia sobre o papa João Paulo II, que o apontava como sendo o último verdadeiro; o próximo seria o falso profeta de que fala o Apocalipse.
Nitidamente o Todo-Poderoso permitiu-se alterar o desenrolar desta profecia contemporânea, sempre visando um bem maior para as almas. Nestes momentos é vital, além de alguma bagagem teológica, usarmos o discernimento, a humildade e a caridade. Com o agravamento do quadro clínico de nosso saudoso e amado papa João Paulo II, queríamos o quê? Que DEUS o mantivesse em cima de uma cama, em grande sofrimento, por mais alguns anos, apenas porque alguns corações sem piedade não iriam entender e aceitar esta amorosa e misericordiosa alteração? Não, amados irmãos, DEUS é PAI! E a profecia bíblica de que um papa, num futuro próximo, vai trair a Igreja, capitulando ao anticristo, continua valendo perfeitamente!
Agora, se alguma destas fontes, mesmo que tenham sido verdadeiras e importantes, num passado próximo, continuam não aceitando esta alteração de curso, uma coisa é certa: não é o ALTISSIMO que a continua utilizando. Das duas uma: OU o instrumento está anotando o seu pensamento, insistindo com o passado, não aceitando a mudança de rumo, OU o, pai da mentira infiltrou-se e assumiu o comando... Lamentamos afirmar isto, mas não existe uma terceira opção!
“Vós sois o sal da terra. Se o sal perde o sabor, com que lhe será restituído o sabor? Para nada mais serve, senão para ser lançado fora e calcado pelos homens.” (Mt. 5,13)
No entanto devemos procurar sempre imitar nosso SALVADOR, JESUS CRISTO, usando de misericórdia e caridade. Não persigamos a estes, antes rezemos para que voltem a abrir seus corações e possam novamente receber do alto a LUZ da verdade.
Dentre outras expressões que já foram comentadas, tipo “fim do mundo”, existem mais algumas que são usadas hipocritamente pelos incrédulos cheios de orgulho no sentido de desacreditar e perseguir as profecias contemporâneas.
Uma delas é prudência. Usada com sinceridade e boa fé esta palavra é vital em todas as ações de nossas vidas. Porém, muitos leigos e eclesiásticos céticos, ao serem confrontados com as atuais mensagens celestes, a usam para intimidar, confundir e até esconder os avisos de DEUS. Portanto, fiquemos alertas e não caiamos em mais esta armadilha, para nos desestimular e silenciar.
Outra expressão que gostam de usar, para semear dúvidas, desfazer e até nos constranger, quando citamos os atuais avisos do Céus, é: “... isso, se for o caso, não passa de revelação particular...”, afirmam com desdém. Já dissemos anteriormente que todos nós sabemos, que também não se trata de Revelação oficial, pois esta encerrou-se na Bíblia. Porém, tem de ficar muito claro que, quando DEUS se manifesta a um instrumento, Suas santas Palavras não se dirigem apenas aquela pessoa, mas a toda a humanidade. Quem não quiser aceitar e acreditar, estará usando, sob sua inteira responsabilidade, o livre arbítrio que o Todo-Poderoso lhe concedeu, e respeita. Agora, no momento em que tenta influenciar negativamente ao seu irmão, se passando por juiz, já estará correndo o seríssimo risco de estar se opondo, desmentindo e até julgando ao seu SENHOR.
Portanto, amados irmãos, rezemos e vigiemos.
Encerramos este texto com mais uma mensagem de nosso amoroso e tão pouco amado SALVADOR, JESUS CRISTO, ao padre italiano Dom Otávio Michellini, já falecido, em 05/06/1978, sob o seguinte título:
EU estou presente como Redentor, Salvador e
Chefe da Minha Igreja
Meu filho, Sou JESUS, escreve.
Mais uma vez EU, Verbo eterno de DEUS, “ab aeterno” gerado pelo PAI, feito Carne no Seio Puríssimo da Minha MÃE e vossa, Me dirijo a ti, que EU escolhi, desde sempre, como Meu instrumento para um grande desígnio de amor e de salvação.
EU sou verdadeiro DEUS e verdadeiro Homem, presente no meio de vós no mistério da fé; vivo, real, com a Minha presença que encerra em si as duas naturezas: Divina e humana. Portanto, também presente fisicamente. Presente como Redentor, Salvador e Chefe da Minha Igreja; repito-te, da Minha Igreja, objeto de imenso ódio da parte daquele que nunca aceitou, nunca quis a Minha Igreja, que sempre a odiou e continua a odiar. Presente como Chefe da Minha Igreja, porque Ela saiu do MEU SANGUE, do Meu CORAÇÃO trespassado. Presente na Minha Igreja, centro de tantas ambições, de tantas manobras obscuras, desejadas e fomentadas para saciar as concupiscências do espírito e da carne; causa de tantos pecados, de tantas profanações, de tantos sacrilégios que se querem cobrir com a capa do “savoir faire”, ou seja, da hipocrisia, do egoísmo mais objeto.
EU e a Minha MÃE interviemos várias vezes com poderosos apelos dirigidos àqueles que pareciam ter perdido de vista as grandes realidades espirituais da Criação e da Redenção. Filho, disse-te numa mensagem que muitos consagrados, levados pela heresia da ação, são como que sufocados por esse dinamismo corrosivo, deixando-se assim arrastar, quase nem se darem conta, cada vez mais longe das “fontes” regeneradoras da vida divina.
Convidei estas almas, que ficaram cegas, não sem responsabilidade e culpa da sua parte, a pôr-se diante do Crucificado. Convidei-as a subir Comigo o Calvário, a estrada principal, a grande estrada traçada para instruir as almas com os ensinamentos da Minha Paixão, Morte e Ressurreição. Convidei todos os consagrados a seguir-Me pela vida da renuncia, da humildade, da obediência e da pobreza. Convidei-os a olharem para MIM suspenso na Cruz; a refletirem e a meditarem. Isso teria sido suficiente para suscitar neles um arrependimento purificador, para recuperar a fé quase extinta; para reavivar o fogo da caridade extinto, ou quase... E não o fizeram! Alguns nem sequer se dignaram prestar a menor atenção às Minhas mensagens, porque, na sua presunçosa incredulidade, não podem admitir que EU, verdadeiro DEUS e verdadeiro Homem, que estou na Minha Igreja, Me possa dirigir a quem EU quiser, onde, como e quando quiser: EU deveria sempre, segundo a sua presunção, pedir-lhes autorização para falar às almas que ME são queridas!
É verdade que lhes dei um poder e uma dignidade que não são devidas ao homem, mas essa dignidade e esses poderes foram-lhes comunicados para o bem de toda a comunidade eclesiástica, não para satisfazer a sua sede de poder, de riqueza, de ambições pessoais. Se lhes dei poderes e uma dignidade, foi para que os colocassem ao serviço de toda a Minha Igreja; repito, de todos os membros da Minha Igreja.
Repara na ignorância com que tratam os seus subordinados. Meu filho, tu sabes bem, e agora também o sabes por experiência pessoal, que o que te estou dizendo não é fruto da tua imaginação ou da tua loucura. Se houvesse neles humildade, não haveria a violenta reação em curso, e num crescente continuo que te confirma se preciso fossem a triste realidade que a Igreja está vivendo.
Filho, tinha-te avisado que serias considerado louco. O Meu aviso não podia estar errado; mas o que é que os impede de constatar a verdade? O orgulho!
Meu filho, nunca te prometi outra coisa na Terra além do sofrimento. Eles não sabem que, fazendo-te sofrer, dão a manifesta confirmação da verdade que EU te dou a conhecer. Mas não vos deixeis impressionar, unidos a MIM nada deveis temer.
Filho, em toda a Minha vida terrena, nunca usei do Meu Poder para humilhar, mortificar; ferir os Meus inimigos. Se manifestei alguns rasgos do Meu Poder, o fiz apenas por confirmar as verdades que preguei e ensinei. Na Terra, não procurei a glória ou o prodígio, mas antes as humilhações; não os postos de privilégios ou de bem-estar, mas antes a pobreza; não a autoridade, mas a obediência até à morte.
Filho pedi intensidade de vida interior; pedi humildade, pobreza, paternidade, firmeza... O que é que obtive? Reza e faz rezar, repara. Oferecei todos os vossos sofrimentos, a fim de que o prato da balança não se incline para o lado do mal.
Abençôo-te, filho, e Comigo te abençoam a Minha MÃE Santíssima e São José.
Apresentamos algumas jaculatórias para serem recitadas diariamente:
“Sacratíssimo Coração de Jesus, que muito nos amais, fazei com que vos amemos cada vez mais!”
“MÃE de DEUS e nossa, fazei com o meu pobre coração, morada vossa!”
Guerreiros da última ordem

A Catástrofe de Santa Catarina

DEUS tem avisado...
Ainda impactados pela catástrofe que atingiu o leste do estado Catarinense, levando ao desabrigo em torno de 80.000 pessoas e ao óbito de mais de uma centena de irmãos, somos obrigados a dizer que tragédias equivalentes a esta tens ocorrido seguidamente em diversos locais, pelos cinco continentes. Apenas pelo fato de ocorrerem em regiões e países distantes, não recebendo de parte da mídia nacional a mesma divulgação, é que não somos por esses outros casos tão sensibilizados, como também deveria acontecer. Primeiro, porque todos somos irmãos na face desta Terra, e segundo, porque é mais uma demonstração claríssima do cumprimento dos sinais que mostram estarmos trilhando o purificador Apocalipse, em direção ao Fim dos Tempos e a Vinda Gloriosa de nosso Senhor e Salvador JESUS CRISTO.
“... e haverá fome, peste e grandes desgraças em diversos lugares. (...) porque então a tribulação será tão grande como nunca foi vista, desde o começo do mundo até o presente, nem jamais será.” (Mt 24,7.21)
“... Na Terra a aflição e a angústia apoderar-se-ão das Nações pelo bramido do mar e das ondas. Os homens definharão de medo, na expectativa dos males que devem sobreviver a toda a Terra. As próprias forças dos céus serão abaladas.” (Lc. 21,25-26)
Temos dito reiteradas vezes, neste site, que o fim dos tempos poderia chegar e nosso SENHOR Voltar, que nenhum alerta mais nos seria devido, pois tudo está claro e detalhado, não só no Novo Testamento, como também no Antigo. O que tem faltado, como sempre, é a nossa fé, amor e interesse por DEUS e Suas coisas.
Sei que é impossível para os nossos corações, tão pobres de amor pela SANTÍSSIMA TRINDADE, imaginar, mas façamos uma profunda meditação e observamos a grandiosidade do Amor Misericordioso do SENHOR, que, há mais de cento e cinqüenta anos nos vem procurando avisar para este momento de desfecho, na história da humanidade.
Foram MILHARES de Mensagens, pelos cinco continentes, de Nosso SENHOR e de Nossa SENHORA! E qual foi a nossa resposta para todo este tesouro? Com raríssimas exceções, sempre a mesma, durante 15 décadas: DESCASO, IMPIEDADE, DEBOCHE! Aí, quando apenas começam a ficar fortes os sinais... Se apavoram! Se escandalizam! Se questionam! E alguns até se acham no direito se blasfemar...
Mas quem são os únicos culpados? SOMOS NÓS MESMOS que viemos satanicamente ignorando e fazendo pouco do Grandioso e Zeloso Amor de DEUS…
“... suscitei profetas dentre os vossos filhos, (..) e proibistes aos profetas que profetizassem. Pois bem! Eis que EU vos vou fazer ranger como um carro carregado de feno. Não haverá mais fuga possível para o homem ágil, o forte não encontrará mais sua força, o valente não salvará sua vida, o arqueiro não poderá resistir, nem o homem de pés ligeiros poderá escapar, nem o cavaleiro salvará sua vida, o mais corajoso entre os valentes fugirá nu, Naquele DIA, - oráculo do SENHOR.” (Am. 2, 11-16)
Amados irmãos, é o PAI Eterno, o CRIADOR de todas as coisas, visíveis e invisíveis, que nos faz este justíssimo desabafo. Mas, mais adiante, no capítulo 3, o profeta Amós, já conhecedor do quanto o nosso DEUS é Amoroso e Misericordioso, nos transmite uma notícia alentadora:
“Porque o Senhor Javé nada faz sem revelar seu segredo aos profetas, Seus servos.” (Am. 3,7)
Nada faz e nada permite que aconteça na face de Sua Terra, sem avisar os filhos que tanto ama e que tanto o fazem sofrer.
Exemplificando tudo isto que afirmamos, vamos transcrever á seguir, duas mensagens que nosso Senhor JESUS CRISTO ditou, por locução interior, na França, a uma simples e humilde dona de casa, mãe de cinco filhos.
Esta senhora, atestando toda sua simplicidade e sinceridade, suplicou ao SENHOR que a mantivesse no mais absoluto anonimato, pois a única Glória devida e merecida deveria ser dada ao ALTÍSSIMO. Nosso SALVADOR determinou então que ela seria identificada apenas pela sigla J.N.S.R, surgida da união das primeiras letras das palavras em francês, que formam a seguinte frase: “Je Ne Suis Rien” (Eu Não Sou Nada).
Esta Obra já possui mais de vinte anos, pois a 1ª Mensagem ditada foi em 19 de outubro de 1988. Ela continua recebendo as Misericordiosas palavras do SENHOR até os dias de hoje (dezembro de 2008). O REDENTOR chama este conjunto de Mensagens de “Testemunhas da Cruz”.
A Mensagem abaixo foi ditada em 04 de novembro de 1993, com o seguinte título:
“Aquele que recebeu a mais brilhante palma”
J.N.S.R fala: “Meu DEUS , PAI Eterno, estaremos nós verdadeiramente no Fim dos Tempos? Ou teremos de esperar ainda outros tormentos, nesta Terra?
Jesus:
“EU grito-vos, a todos, para vos despertar, a fim de ME compreenderdes. EU não quero a vossa perda, mas vós continuais surdos ao Meu Apelo. Os Céus, que ouvem a Minha Voz, vêem todos os Meus Santos recolher-se numa única Oração de Adoração ao vosso Redentor. Por que duvidais vós de que um DEUS morreu por vós, um DEUS que seu deixou crucificar por vós?
DEUS derramou o seu Sangue por vós; para que vós tenhais o Perdão do Pai e a Sua Tríplice Benção. Como poderá DEUS Filho, que se fez obediente até à Cruz, olhar-vos agora, sem que o Seu Corpo estremeça de novo, pelas Dores que cada um de vós Lhe tem causado?! ... E vós ainda continuais! ...
Sois filhos sem coração e sem espírito, na medida em que ocupais o vosso espírito em coisas fúteis e materiais, enquanto o Fim dos Tempos se aproxima a passos largos deste mundo dilacerado pelas guerras, pelo fogo, pelas fomes e por doenças sem nome; este mundo, continua a arrastar com ele trapos humanos sem DEUS.
NÃO, não deveis esquecer-vos de que viveis pela Graça de Deus; de que, se ainda respirais, o vosso espírito já não é mais vivo que esses corpos sem vida que jazem nos túmulos.
Como fazer-vos compreender que os Céus começam a abalar-se, tal como a vossa Terra, para mostrar-vos o ERRO do mundo? Já não poderão cobrir-vos com a Sua proteção, na medida em que rejeitastes a Proteção de DEUS.
Os ventos desencadeiam-se, na intenção de arrastar as imundícies que correm sobre a Terra, sobre todos os homens. Não posso deter a fúria das águas, que obedecem à Ordem criada. As águas já não podem ver todo esse mal, toda essa desordem. Já não há amor; o ódio, a cólera e a luxúria devastam o mundo que DEUS criou tão belo. E o homem, que não tem sabido conversar o Patrimônio de DEUS, em todo o seu esplendor primitivo, torna-se um pobre pulgão incapaz de deter o desfraldar das revoltas naturais.

As águas reuniram-se, águas do Céu, águas da Terra, na intenção de se unir para dar a DEUS um reconforto e tranqüilidade ao Seu Sofrimento. Já não podem olhar para DEUS, sem ver a Sua pena imensa, o Seu verdadeiro desânimo, causado pelas liberdades humanas; todas essas liberdades que fizeram dos homens, filhos da miséria, seres que deram à palavra liberdade, o rosto da morte anônima: ela assassina tudo. Em nome da liberdade, homens e coisas, saber e força, passaram, a ser inimigos entre si, já não podem receber a paz de DEUS, porque rejeitaram DEUS.

As águas do mar tornaram-se pobres em habitantes: as águas das ribeiras passaram a ser cemitérios de habitantes. Os bosques, as planícies, os vales, os valezinhos, tornaram-se terras onde crescem vegetações em vias de extinção, porque o homem tocou no Sagrado, já não raciocina com o seu espírito em DEUS, mas com o seu espírito sem DEUS.
E então, tudo faz para esgotar os terrenos e tirar o máximo de tudo o que cresce na Terra, como se tratasse da última geração e, depois dele, não viesse a haver mais vida. O seu egoísmo, a sua avidez escondem-lhe a Minha Verdade. Sim, a Minha Terra contém a vida, e querendo multiplicar os vossos ganhos, vós tendes feito morrer as suas próprias fontes tirando-lhe com um excesso de energias químicas.
A Minha Terra vomita as vossas colheitas que acabam de apodrecer, na medida em que essa mesma Terra está asfixiada. As águas não podem deixar morrer a Minha Terra, elas lavam tudo. Todo esse vosso avanço para a morte, toda a vossa avidez, todo o vosso orgulho. Rompem todas as barragens materiais* ou humanas e arrastam tudo o que está à sua volta, porque a sua ira é cega.
As águas excitam-se, levando a sua frente a lama do Mundo.
A Terra excita-se, sepultando nela todo o germe de vida.
Os ventos excitam-se, a ponto de atirar com os continentes para fora do seu lugar.
Depressa a montanha virá em socorro de todos estes elementos indignados. A carga das condenações vai dar-lhe um espesso manto de neve que vai fazer estalar até as mais duras rochas que vão aluir. E a massa nevada vai descer como um foguetão, arremessado pela energia da revolta.
Já nesse momento as cidades estarão em vias de morrer sob o fogo e sob o sangue. Ficai sabendo que NADA pode dar a Vida. DEUS é o Senhor da Vida.
O saber dos homens tenta fabricar seres sem alma nos laboratórios, enquanto esses mesmos homens matam a vida que EU mesmo dou.
Eis cidades que vão passar a ser ruínas fumegantes, porque EU proíbo que se obtenha a vida, como proíbo que se dê animação a um ser que DEUS não criou. Cidades inteiras vão sofrer muito, para resistir aos males que vão cair sobre elas; pobres populações!
A revolta da natureza é uma revolta salutar e santa, porque a natureza pertence a DEUS. Cidades vão chorar os seus mortos; e só DEUS reconhecerá os Seus, nesse terrível amálgama das coisas e dos homens, unidos nesse caos sem nome.
SIM, virei retirar os que perecem e Me pertencem.
SIM, protegei com a Minha própria Mão, as crianças que irão ver-se nesse Mundo, sem teto, sem alimento e sem calor humano.
SIM, os Meus filhos do sofrimento serão esta nova geração que terão visto a morte do homem sem DEUS.
Virão como anjos atirados para a Minha Santa Presença, porque EU próprio Me mostrarei a eles. E, então, de todo esse horrível pesadelo apocalíptico, vos farei passar para esse Mundo Novo, transmitir-vos-ei a Minha Alegria, a fim de que nenhum ser, chamado a viver depois desse caos, possa lembrar-se de que DEUS foi rejeitado e zombado como nunca, desde o Princípio do Mundo.
Depois de ter percorrido todos os séculos, DEUS verá enfim cumprir-se uma tal realização. O homem verá DEUS na mais bela e luminosa Obra de DEUS: A Salvação dos homens na Santidade de DEUS.
A Terra brilhará de mil clarões de todas as cores, luzes de Amor, porque o Sol de Justiça terá apagado todos os fogos ateados pelo mal e a luz divina fará brilhar centelhas sobre todas as coisas, a fim de abençoar e santificar o Mundo inteiro. Eis o Dom de DEUS: A Sua Terra renovada, em que os Céus cantarão, porque DEUS fará descer a Sua Jerusalém Celeste:
DEUS no meio dos homens, os homens com DEUS.
A Santíssima Cruz de Jesus será o Farol das Nações. Ela mesma chamará todas as Nações a subir ao Seu encontro. A Minha Cruz dominará toda a Terra, até perfurar a abóbada dos céus, a fim de mostrar ao homem a grandeza da Cruz, que é o Sinal de DEUS pela qual todo o homem obteve a sua salvação; salvação de Graça três vezes Santa, porque a Trindade Santíssima cantará o Hosana.
Minha Mãe Bendita terá nos Seus Braços aquele que recebeu nesta erra a palma mais brilhante, a mais perfumada, a mais meritória, a vosso Santo papa que, com o PAI, o FILHO e o ESPÍRITO SANTO, lhe será dado e repousará nos Braços de MARIA, porque ELA é Minha Mãe Santíssima e seu filho, Sou EU Mesmo que lhe dou.
Filha, EU te o disse: ele tem as qualidade de todos os Apóstolos reunidos: ele é o Meu Pedro; ele assemelha-se a João; evangeliza como Paulo.
Os filhos de MARIA estarão todos reunidos pela Minha Santa Mãe, pelos séculos dos séculos. Amém.
“DEUS de Misericórdia, abre-nos o Teu Sagrado Coração, única Morada que resistirá a todos os males da Terra.” Amém.
* Em New Orleans (Nova Orleans) – EUA, romperam-se os diques por ação dos ventos.
A outra Mensagem do SALVADOR à Sua serva J.N.S.R. é de 20 de agosto de 2003, e possui o seguinte título:
“O Tempo da prova final”
J.N.S.R.: “Senhor! Vinde a mim, não me esqueçais; por piedade, falai-me Doce JESUS!”

Jesus:
Daquele que me é fiel, EU obtenho aquilo que desejo, sem o forçar, sem o ordenar, porque tem nele a Minha palavra, e a Minha Voz guia-o em tudo. EU faço dele um outro EU Mesmo, vivendo a Minha Vida de solidão e de Perdão, Amor e Compaixão, dando-lhe a Minha Palavra. O texto sagrado está nele, em toda a sua vida, quero dizer eternamente, porque a Minha Cruz é eterna e ninguém poderá contradizer o que EU decido nele e através dele; em todos os que EU designo igualmente, sem que possam, ouvir-me.
De fato, as Minhas almas escolhidas continuam a viver na Minha Dor, e o seu sofrimento é a Minha Santa Benção: é impossível que Me possais ouvir se vos não parecerdes Comigo.

A Minha Vida é vida oferecida, a Minha Vida é uma partilha contínua, um esquecimento de si mesmo, toda entregue àquele que tem necessidade de conhecer o Amor. Por isso, também vós deveis ser todo amor, sem reterdes uma única parcela para vós, no momento em que EU próprio vos digo: Dá. E não mediteis ou duvideis, porque dar é dar-se, é sem medida.
Não! Tu jamais ficas sem nada para ti, depois de teres dado tudo, porque EU Sou a Fonte inesgotável que dá; EU Sou a Nascente que alimenta esta Fonte. Vinde e bebei, porque a Minha Água tira à sede e dá Vida.

O ESPÍRITO chama-vos a unir-vos ao PAI e ao FILHO. Sim, este tempo de desgraça não é uma punição, mas uma Benção! Feliz daquele que viver a compreender isto mesmo.
A borboleta nasce depois de uma longa metamorfose. Se estais ainda no estado de lagarta, demasiado preocupado com viver a procurar o seu alimento na terra, deveis ver que DEUS vem a vós para vos despertar hoje.
O apelo está em cada coração, EU não obrigo ninguém, mas a Força do ESPÍRITO vem a vós com Seu Conhecimento. E, bem muitas vezes, vós mesmos realizais atos de amor espontaneamente, porque o ESPÍRITO é Vento e ELE Próprio nos põe os espíritos em ação, como faz o vento através das velas de um moinho. Vós mesmos realizareis, sem disso vos dardes conta, ações que abrirão outras portas fechadas, de onde jamais saiu coisa alguma. Estais no Tempo em que, pela Sua grande Misericórdia, o SENHOR vos leva a realizar aquilo que vós chamais uma desgraça.
Sim, as desgraças ou desastres atingem as famílias. O pão vai faltar, e falta mesmo já em certas regiões. A água passa a ser rara e retira-se de certos lugares. O ar é irrespirável, por causa da poluição, e sê-lo-á cada vez mais. As catástrofes naturais multiplicar-se-ão, atingindo a terra, os mares e o ar. Os homens tornar-se-ão cada vez mais loucos, matando os homens, seus irmãos, e os animais. O alimento tornar-se-á cada vez mais raro, em certas regiões, e a fome instalar-se-á um pouco por toda a parte.
Secas sobre secas marcarão os anos futuros, empobrecendo os solos, incapazes de dar vida às sementes, assadas ou apodrecidas, debaixo das águas. Quando o inverno derramar água, gelo e neve, em quantidade verdadeiramente insuportável, retirai-vos das montanhas. Vos próprios não sereis poupados pelos rochedos desestabilizados e pelas avalanches de lama que descerão das encostas, a ponto de inundar as planícies habitáveis. O homem da montanha terá de viver com seus animais para se aquecer.
Sim, tudo será distribuído com parcimônia, a fim de partilhardes os bens que vos irá dar ainda a vossa terra.
Não escondais as vossas magras colheitas, ficais sabendo que, vós próprios, vós não aproveitareis delas, a não ser que as partilheis. Não escondais, aos olhos de vossos irmãos, nenhum dos bens que DEUS vos dê: tudo deve ser partilhado.
EU darei ainda mais àquele que tem a caridade no seu coração. E retirarei tudo, àquele que não tem esta caridade. Estais no tempo da provação, e DEUS vigia.
A este preço sereis salvos. Oferecei tudo a DEUS:
“Louvor a Vós, Senhor Jesus!”
É a desestabilização em tudo. Todos os homens sofrerão e, sobretudo naquilo porque tem mais afeição. Os poderes desaparecerão, como também o dinheiro porque os cofres se esvaziarão, para vir em auxílio de todas as catástrofes naturais e das populações que gritam e se revoltam diante da miséria; sem alimento, sem quaisquer cuidados e sem tetos para se abrigar.
A morte, a fome e as doenças causarão estragos em toda a parte.
O vosso planeta é a vossa imagem, desleixado e rebelde: a seca persistirá. Os ventos passarão a ser tão violentos que muitos navios se irão virar no mar e alguns aviões não poderão arriscar-se a levantar vôo.
Atenção às estradas. Sede vigilantes na floresta, que as árvores estão perigosamente oscilantes. Num único instante, as temperaturas variarão em muitos graus, tanto no sentido do calor, como no do frio, mudando assim todos os climas e modificando as estações; causando deste modo, ciclones, onde jamais os terá havido. *
Ver-vos-eis forçados a modificar os vossos costumes, como plantar no momento das colheitas, e colher no momento das sementeiras.
Então, ao vosso redor, ouvireis os cientistas dizerem: “Tudo isto foi previsto, tudo isto devia acontecer.”
Sim, mas com menos violência e de forma a que os homens estivessem preparados contra uma tal fatalidade.
Na realidade, o mundo evolui, mas uma tal evolução deveria realizar-se no decurso de séculos futuros; e a verdade é que agora, tudo se precipita.
Sim, EU desejo abreviar este tempo e fazer-vos entrar no Meu Tempo Eterno, em que o tempo já não tem medida.
EU SOU o DEUS Vivo, o Eterno. EU amo-vos. EU amo-vos. EU quero salvar-vos. Sede fiéis. Não renegueis AQUELE que é A Vida, sim, a Vida Eterna. Mesmo no meio da tempestade, a Minha Barca não pode naufragar.
Vinde a Mim. Mesmo numa terra queimada, farei crescer as vossas colheitas e multiplicá-las-ei para todos os Meus filhos. Será que um PAI pode dar uma serpente a comer, a Seu filho, quando ele lhe pede um peixe?
Por que razão Me tendes vós retirado das vossas vidas, uma vez que EU SOU a Vida? Sim, a Vida Eterna!
Não tenhais medo. Chamai-Me. EU estou presente!
Sim, vinde SENHOR JESUS, nós esperamo-VOS. Amém.
* Por exemplo: “o ciclone Catarina”.
“Guerreiros da última ordem.”

GUERREIROS DA ÚLTIMA ORDEM GUERREIROS DA ÚLTIMA ORDEM Reviewed by cristãos atitude on 15:17 Rating: 5

Um comentário:

  1. Ecumenismo quer dizer "casa comum".No Evangelho de São João,o Senhor mostra-se aberto a todos,principalmente aos desprezados:a samaritana,o publicano, a prostituta...Penso que você cometeu um grave erro ao atacar o ecumenismo,talvez você quisesse combater o sincretismo religioso, esse sim é um grande mal.

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.